JOLUSI FM RÁDIO WEB

A rádio web JOLUSI FM também está nesse endereço agora com áudio e video. Clique no "PLAY para acompanhar a programação.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Elizabeth, a Gatinha do Mato


Fontecantorasdobrasil.com.br
Fotos: Reprodução
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)




Elizabeth é uma cantora e compositora brasileira, integrante da Jovem Guarda. Ficou conhecida com o apelido de "Gatinha do mato". Iniciou sua carreira em 1966, quando gravou um compacto com as canções "Que Saudade Que Eu Tenho" e "Tanto Azul".

Descoberta pelo compositor João de Barro em 1966 quando se apresentava em um colégio, a cantora Elizabeth gravou nesse mesmo ano seu primeiro compacto, com as músicas "Que saudades que eu tenho" e "Tanto azul", sendo apontada como uma das revelações do ano. O primeiro LP, "A Canção Que Chegou", foi lançado no mesmo ano pela gravadora Continental, que incluía o samba "Pedro Pedreiro", de Chico Buarque e "Eu Preciso Aprender a Ser Só" (Marcos Valle / Paulo Sérgio Valle). Também compositora, em 1967 o cantor José Ricardo gravou sua música "Pelo bem maior". Em 1967 participou do Festival da MPB com a música "Balada do Vietnan" (Elizabeth / David Nasser), gravada por ela em um compacto no mesmo ano. 

Em 1969 fez enorme sucesso com a música "Sou louca por você" (Elizabeth), gravada no LP "Eu, Elizabeth". Outro grande sucesso foi "Pra Começo de Assunto (Lá lá lá lá)" (Elizabeth), gravada em 1971. 

Apesar de ter começado a carreira de cantora e compositora com uma mistura de samba, bossa-nova, sambalanço e de uma certa influência da cantora Maysa, Elizabeth acabou sendo muito associada ao movimento da Jovem-Guarda por conta de suas composições românticas. Muito bonita, durante o período em que esteve em evidência estampou diversas capas de revistas, e fez relativo sucesso no exterior, em países como México, Portugal e Angola. 

Como compositora Elizabeth foi muito gravada, inclusive por intérpretes de prestígio como Dóris Monteiro, Clara Nunes, Angela Maria, Wilson Simonal, Roberto Silva e Ciro Monteiro, além de Cláudia Barroso, Jerry Adriani, Wanderley Cardoso, Martinha, Rosemary, Agnaldo Timóteo, Waleska e Agnaldo Rayol, dentre outros.