JOLUSI FM RÁDIO WEB

A rádio web JOLUSI FM também está nesse endereço agora com áudio e video. Clique no "PLAY para acompanhar a programação.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Filter volta reformulado e lança "Crazy Eyes" em abril

Texto: Lizandra Pronin
Fonte: Território da Música
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
O vocalista e guitarrista Richard Patrick, único integrante da formação original
Foto: Divulgação


O Filter está de volta.
A banda norte-americana prepara o lançamento de seu sétimo álbum de estúdio para o próximo mês de abril. O disco se chama "Crazy Eyes" e para antecipar sua chegada, a banda liberou a audição de uma das novas faixas.

O primeiro single do álbum é "Take Me To Heaven".
A formação da banda passou por modificações desde o último trabalho - "The Sun Comes Out Tonight" - e hoje conta apenas com um dos integrantes originais, o vocalista e guitarrista Richard Patrick.
Ao seu lado estão Oumi Kapila (guitarra), Ashley Dzerigian (baixo), Chris Reeve (bateria) e Bobby Miller (teclado).



terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Roberto Carlos volta a Cachoeiro para show e aniversário de 75 anos

Texto: Juirana Nobres
Fonte: G1.Globo.com (G1 ES)
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
 Foto: Divulgação

Show está marcado para 19 de abril, na cidade onde nasceu o cantor.
Assessoria disse que detalhes serão passados em coletiva em navio no Rio.

O cantor capixaba Roberto Carlos vai fazer um show em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, no dia 19 de abril, mesmo dia de seu aniversário.

A informação foi confirmada ao G1, na manhã desta segunda-feira (11), pela assessoria de imprensa do cantor.

Foto: Divulgação

O último show de Roberto Carlos em Cachoeiro de Itapemirim aconteceu em 2009, também na data de aniversário do cantor.

Na ocasião, Roberto Carlos comemorava 50 anos de carreira e, após o show na cidade, fez uma festa de aniversário exclusiva para convidados no hotel.

O diretor da Kassu Assessoria, Maurício Aires, disse que todos os detalhes do show serão repassados em uma entrevista coletiva no dia 21 de janeiro dentro do  transatlântico Costa Pacífica, ancorado no Píer da Praça Mauá, no Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação

Maurício disse que o local da apresentação ainda não foi definida e que o show na cidade foi um pedido de Roberto Carlos. "O show em Cachoeiro de Itapemirim é um pedido dele.

Roberto sempre disse que queria comemorar o aniversário de 75 anos onde nasceu", disse Maurício.



terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Banda XCalypso se apresenta ao vivo pela primeira vez em Ananindeua, PA


Fonte: G1.Globo.com (G1 PA)
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
Show fez parte da programação de aniversário do município no domingo, 3.
Cerca de 140 mil pessoas presenciaram a apresentação, segundo a PM.

A banda XCalypso se apresentou ao vivo pela primeira vez na noite deste domingo (4) com a cantora Thábata Mendes ao lado do guitarrista Ximbinha, na programação de aniversário do município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém.

Cerca de 140 mil pessoas presenciaram a apresentação, de acordo com informações da Polícia Militar.

No palco, a nova vocalista da banda agradeceu as manifestações de apoio do público. "Gratidão e muito respeito pelos 16 anos da banda Calypso, pela Joelma e pelo Ximbinha. Mesmo se tratando de um novo projeto, uma reformulação da coisa, eu venho assumir essa posição com muita honra, muito orgulho e muito respeito à história da banda Calypso", disse Thábata, emocionada.


Entre os músicos, rostos conhecidos dos fãs como o baterista Juquinha, ex-Calypso, que também deixou de se apresentar com a banda após a saída de Chimbinha, além do tecladista Dedê, maestro e produtor que atuava com a banda e o guitarrista Batista, que já atuou com a banda Calypso em gravações de DVD.


O repertório do show contou com músicas consagradas da banda, mas também apresentou os novos rumos que a XCalypso vai tomar, com ênfase em gêneros como o arrocha e o sertanejo. O destaque foi o hit "Saudade", canção apresentada pela banda em novembro e que vai integrar o novo disco da banda, com lançamento previsto para o primeiro trimestre do ano.

Público aprova nova vocalista
Desde o início da programação, no fim da tarde, fãs da banda já se aglomeravam em frente ao palco montado na avenida Dom Vicente Zico.
O estudante Evaldo Souza se mostrava confiante no sucesso da apresentação. "Ele (Ximbinha) vai explodir. Ele esperou esse tempo todo para isso, porque ele sabe fazer as coisas direito", afirmou o jovem, que acompanhava a banda Calypso há cerca de 10 anos.

Mãe de Thábata, Taciana Mendes (de óculos)
assistiu ao show em meio ao público. (Foto: G1 PA)

Para o ator Wilson Trindade, foi a mudança na banda que chamou sua atenção. "Eu passei a acompanhar a banda depois dessa grande reformulação que houve. Todo mundo esperava uma cópia, mas o que me interessou foi essa mudança. Sem contar que a Thábata é de uma elegância ímpar", disse Wilson.



sábado, 2 de janeiro de 2016

Os shows e festivais que marcaram 2015 - Parte 2


Texto: Tate Montenegro
Fonte: Território da Música
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
 Foto: Montagem TDMúsica

 2015 teve tanto show bacana que tivemos que dividir em duas partes nossa retrospectiva dos destaques do ano.

SEGUNDO ROUND

Julho é mês de férias então a marcha diminuiu outra vez, mas ainda assim teve o violonista David Garrett - que também deu uma entrevista ao Território da Música -, e o Opeth fazendo um show marcante em São Paulo na sua terceira passagem pelo País.




Em agosto Glenn Hughes trouxe Doug Aldrich (ex-Whitesnake e Dio) como guitarrista para seus shows - uma parceria pareceu promissora - e prometeu voltar em 2016. E quem voltou depois de menos de um ano foi o The Maine, que pela empolgação dos fãs pode continuar visitando o Brasil com frequência.

Tove Lo por sua vez fez sua primeira apresentação não só no Brasil como em toda a América Latina no fim de agosto, mas foi apenas pocket show exclusivo durante a festa de lançamento do aplicativo TIMmusic by Deezer.

Agosto também foi um mês de aniversários: aconteceram as primeiras edições do Banana Progressyva 2015, que na verdade celebram os 45 anos do evento original, o The Adolescents passou pelo País comemorando seus 35 anos de carreira, e o Clap Your Hands Say Yeah comemorou os 10 anos de seu disco de estreia com um Popload Gig.


E então chegou setembro, e com ele mais um dos grandes festivais: o Rock In Rio comemorou 35 anos em 2015, e além de um especial com informações sobre cada dia e shows que foram divulgados na internet, acompanhamos os shows do Slipknot e Metallica. E muitas das atrações do Rock In Rio aproveitaram para fazer shows em outras cidades, então assistimos mais uma vez o Slipknot, dessa vez acompanhado do Mastodon, Moonspell, System Of a Down (com Deftones), Faith No More, Gojira e o Queen com Adam Lambert. Outro grupo que comemorou o aniversário do Rock In Rio e depois chegou a São Paulo foi o A-Ha. 

Ainda teve o Overload Music Fest, que em dois dias trouxe Anathema, The Reign of Kindo, Andy McKee e Paradise Lost, entre outros. Além disso, o Casa das Máquinas comemorou os 40 anos de seu segundo disco e conversamos com o tecladista Mario Testoni sobre o passado, presente e futuro do grupo. E tanto o Kadavar quanto a dupla 2Cellos - que nos deu uma entrevista - fizeram sua primeira visita ao Brasil.


RETA FINAL

Falando em tempo, em outubro Zé Ramalho apresentou clássicos que provaram que sua música o transcende e Ian Anderson mostrou que é possível redefinir o próprio passado sem deixá-lo para trás de vez - e ainda bateu um papo com a gente sobre como vê sua história. E na pegada das comemorações, teve show de 10 anos do Video Games Live.

Blind Guardian e Turisas também marcaram presença em outubro, e as estreias no Brasil desse mês foram Ariana Grande, cujo show caiu bem no fim de semana do ENEM, e OMI, que se apresentou em um evento de inauguração do espaço da Urban Stage. E o Popload Festival teve da tímida Natalie Prass ao explosivo Iggy Pop no primeiro dia, mas sua grande atração - pelo menos de acordo com o que a quantidade de público indicou - a fofura do Belle & Sebastian, que encerrou a segunda noite.

Demi Lovato também fez um pocket show fechado, que foi gravado e posteriormente liberado no Youtube, e afirmou que volta logo com sua turnê durante uma entrevista coletiva.


O Angra nos deu uma entrevista logo antes de começar a turnê do álbum “Secret Garden” no Japão, em maio. Mas em novembro, quando fizeram mais uma rodada de shows dessa turnê no Brasil, já viviam uma fase diferente, com Marcelo Barbosa estreando como substituto de Kiko Loureiro - que por sua vez está integrando o Megadeth.

O fim do ano foi pontuado por ações políticas e sociais até na música: Morrissey fez dois shows em São Paulo, homenageando em ambos as vítimas dos atentados ocorridos em Paris dia 13 de novembro e trazendo mais uma vez sua mensagem contra o consumo de carne com o vídeo projetado em “Meat Is Murder”.

O Pearl Jam também prestou uma homenagem às vítimas de Paris em seu show na capital paulista, e em Belo Horizonte não só se comprometeu a doar seu cachê para as vítimas do rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, como também pediu que os responsáveis pela tragédia fossem “duramente punidos”.


Por outro lado, teve a volta do Sónar para São Paulo, com Chemical Brothers e Hot Chip, entre outros, o Festival DoSol promoveu mais de 200 shows em 14 cidades do Nordeste, e o Explosions In The Sky veio comemorar o aniversário de 15 anos do disco de estreia em São Paulo e no Rio.

2015 terminou com o primeiro show de David Gilmour no Brasil - em uma passagem pelo País com duas apresentações na capital paulista, uma em Curitiba e outro em Porto Alegre. E no mesmo fim de semana teve a volta do HIM, que tocou em São Paulo e no Rio de Janeiro.


Os shows e festivais que marcaram 2015 - Parte 1


Texto: Tate Montenegro
Fonte: Território da Música
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
Foto: Montagem TDMúsica 

 2015 começou eclético:
o Foo Fighters deu um show de carisma acompanhado pelo Raimundos e Kaiser Chiefs enquanto o MECA Festival representou a “música indie” com La Roux, AlunaGeorge e Citizes! como principais atrações internacionais (o Years & Years também viria, mas cancelou na última hora).

Kesha mostrou que apesar das dificuldades causadas pela batalha legal com o produtor Dr. Luke, a quem acusou de assédio verbal, emocional e sexual, entre outras alegações, ainda é uma verdadeira rockstar da farofa, e o Metal Singers reuniu Mike Vescera (ex-Malmsteen), Blaze Bayley (ex-Iron Maiden), Tim Owens (ex-Judas Priest) e Udo Dirkschneider (ex-Accept). O Sublime With Rome também passou pelo País, e apesar de não termos comparecido ao show conversamos com Rome algumas semanas antes do grupo chegar.

Em fevereiro o ritmo diminuiu um pouco: Ringo Starr voltou com sua All-Starr Band, o Anathema fez um show problemático em São Paulo e acabou decepcionando alguns fãs, e o projeto The Sirens acabou tendo que cancelar sua apresentação em Curitiba, mas esbanjou simpatia na capital paulista, nessa que foi a primeira vez de Kari Rueslåtten (ex-The 3rd And The Mortal) no Brasil.

 

Mas passado o carnaval as coisas deram um gás de novo: para começar porque março foi o mês do Lollapalooza, cujo principal destaque - em termos de público pelo menos - foi Calvin Harris, mas teve de Banda do Mar e Alt-J até Jack White (confira aqui a cobertura completa). St. Vincent não só se apresentou como nos concedeu uma entrevista, assim como o Three Days Grace.

Além disso, o Ministry finalmente desembarcou em terras brasileiras no que pode ser sua última turnê, Sharon Corr voltou para os shows que tivera que cancelar ano passado, o The Sonics fez sua primeira passagem pelo País em 55 anos de carreira, a turnê conjunta do Epica e Dragonforce fez sua última parada em São Paulo, e Joss Stone voltou depois de menos de um ano e mostrou o quanto se sente em casa com sua energia “paz e amor”.

Também foi um mês bom para os nostálgicos: Steve Hackett tocou duas horas e meia de Genesis clássico em seu show em São Paulo, Marty Friedman respondeu perguntas e tocou solos do Megadeth a pedido dos fãs, e Slash ressuscitou alguns clássicos do Guns N’ Roses ao lado de Myles Kennedy & The Conspirators.



COELHINHO DA PÁSCOA, QUE TRAZES PRA MIM...

...Uma pauleira, duas pauleira, três pauleiras assim. Além da Páscoa, abril marcou mais uma edição do festival Monsters Of Rock, que ganhou cobertura ao vivo do Território da Música e tinha como principais atrações Ozzy Osbourne, Kiss e Judas Priest (que se apresentou nos dois dias) e ainda teve como destaques o Rival Sons e o Manowar. Das bandas participantes, entrevistamos Primal Fear, Coal Coamber, Steel Panther, Accept e o guitarrista Gus G, da banda de Ozzy.



O rock ainda teve o reforço dos Titãs, que gravaram o DVD "Nheengatu ao Vivo", Front 242, que voltou ao País depois de 12 anos, e o Obituary, que fez sua maior turnê no Brasil até o momento, passando por oito cidades.

Para quem prefere violão, Ed Sheeran fez seu primeiro show no País e o Pato Fu fez três shows de lançamento do seu novo disco "Não Pare Pra Pensar" sem São Paulo.