JOLUSI FM RÁDIO WEB

A rádio web JOLUSI FM também está nesse endereço agora com áudio e video. Clique no "PLAY para acompanhar a programação.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Rock in Rio anuncia Queen como principal atração do primeiro dia


Fonte: G1 (Sâo Paulo)
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)




Show do Queen na República Tcheca com o vocalista Adam Lambert, revelado no programa American Idol (Foto: AP Photo,CTK/Michal Kamaryt)



Grupo terá ajuda de Adam Lambert, cantor revelado no American Idol.
Em 1985, Queen fez apresentação histórica no primeiro Rock in Rio.

A noite de abertura do Rock in Rio 2015 no Brasil será encerrada de maneira majestosa.
O festival anunciou que o grupo inglês Queen será a principal atração do Palco Mundo no primeiro dia de shows, em 18 de setembro.

O Queen vem ao Brasil com membros de sua formação original e Adam Lambert, cantor revelado pelo programa American Idol e que tem acompanhado a banda em uma turnê pela Europa.

Em 1985, o Queen fez uma apresentação histórica no primeiro Rock in Rio, no Rio, e fez as 250 mil pessoas presentes cantarem seus vários clássicos, como "Love of my life" e "We are the champions".
Lambert tinha só nove anos de idade quando Freddie Mercury, vocalista do grupo, faleceu em 1991.

Rock in Rio 2015
A edição brasileira do Rock in Rio está confirmada para 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro de 2015, na Cidade do Rock, no Rio (Parque dos Atletas, na Av. Salvador Allende, sem número), em uma área com mais de 150 mil metros quadrados.

As atrações por enquanto incluem Metallica, Slipknot, Faith no More, Queens of the Stone Age, Katy Perry, A-Ha, System Of A Down e Hollywood Vampires, que se apresentam no Palco Mundo, e John Legend, já confirmado para o Palco Sunset.


Os 100 mil Rock in Rio Cards colocados à venda se esgotaram em 1 hora e 40 minutos, em novembro.
O valor do ingresso, para cada dia, era de R$ 320 (inteira), R$ 160 (meia-entrada) e R$ 272 para clientes do banco Itaú.

O Rock in Rio Card equivale a um ingresso antecipado para o evento. Quem fez a compra garantiu a entrada antes da confirmação de todos os artistas que vão tocar e pode escolher em qual data pretende usá-lo.
A escolha do dia deve ser feita até 2 de abril. A venda oficial abre para o público em geral também em abril.
Edição em Las Vegas

Antes da edição no Rio, o festival vai acontecer pela primeira vez nos Estados Unidos, após edições em Lisboa e em Madrid. No Rock in Rio Las Vegas, o Metallica será atração principal do fim de semana dedicado ao rock. Linkin Park, Taylor Swift e No Doubt estão confirmados. O evento acontece em Las Vegas nos dias 8, 9, 15 e 16 de maio.


Roberto Carlos e Ana Carolina pedem retirada de letras de sites de Cifras


Texto: Beatriz Montesanti / Folha de São Paulo
Fonte: Clube do Rei.com.br
Fotos: Reprodução
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)






Em setembro de 2014, a empresa Studio Sol, responsável pelo conteúdo dos sites de cifras e letras de música CifraClub e Letras.mus, recebeu um comunicado da editora Sony/ATV pedindo a retirada de algumas letras de Roberto Carlos do ar. Até então, o pedido havia sido feito por apenas um outro artista, Ana Carolina, meses antes.

O caso foi revelado na quarta (25) pelo jornal "O Globo".

"Algumas letras tem peso comercial, como 'Esse Cara Sou Eu'. Não temos interesse em disponibilizá-la gratuitamente", diz Dody Sirena, empresário de Roberto. "Isso é um negócio, não é questão de censura."

As letras disponíveis nos sites são autorizadas por meio de um convênio com a União Brasileira de Editoras de Música (Ubem), que recolhe os direitos autorais das canções. Em alguns casos, a autorização é negociada diretamente com uma editora ou então diretamente com um artista.


Segundo Rosi Benini, responsável pelo conteúdos dos sites, a Studio Sol recebe mensalmente uma lista de composições de gravadoras e editoras filiadas à Ubem. "É essa lista que seguimos para publicar ou não as composições no site", explica.

O comunicado enviado pela Sony/ATV, dizia que as "composições em que Roberto Carlos é um compositor ou co-autor, interpretadas pelo próprio Roberto Carlos, não podem ser usados sob o regime de blanket license ".

"É necessário esperar a aprovação do Roberto Carlos", explica José Diamantino, advogado da editora Sony/ATV, que detém o controle das obras de Roberto.

Desde setembro, a Studio Sol negocia a liberação das músicas do Rei que foram retiradas por não constarem no convênio. Ainda não há autorização para publicá-las.


'QUALIDADE'

Já a cantora Ana Carolina fez o pedido de retirada de suas cifras por uma questão de qualidade, segundo o assessor de imprensa da cantora.

"Esses sites utilizam desse material e colocam da maneira como querem, é a mesma coisa que você fazer uma tese, alguém pegar e mexer nela. É melhor tirar do ar do que ter uma informação errada", explica Horácio Brandão.

Tanto que, como diz, a cantora disponibilizou as cifras das canções de seu último CD, "#AC".

A justificativa, porém, não explica porque algumas letras têm permissão de serem publicadas.

"Ela está fazendo com o tempo que precisa. Não tem lá nenhum outro motivo que não seja a certeza de que a informação corresponde exatamente a verdade", diz Brandão.

Outros sites brasileiros, como Cifra.com, apresentam cifras vetadas ao Studio Sol, como a de "Esse Cara Sou Eu". Segundo a assessor de Roberto, um comunicado não foi enviado no caso porque não há nenhum tipo de acordo com o endereço.

O responsável pela área comercial da empresa controladora do site, Gabriel Froes, diz que alguns pedidos já foram feitos para a retirada de letras do ar, mas nunca por artistas famosos.

"Teve alguns casos de letras de funk. Se o artista não quer divulgar, ele pede e a gente retira. Isso acontece de vez em quando.

Notícia enviada gentilmente por Jubem Polvora,,


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Roberto Carlos fará show no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre


FonteClube do Rei.com.br
Informações: momentoverdadeiro.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)




Como já é de costume, o cantor e compositor Roberto Carlos vai fazer uma turnê de comemoração no mês em que completará mais um ano de vida.

O Rei já confirmou um show para o dia 11 de abril.
O evento acontecerá no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre.

Segundo informações divulgadas pela imprensa, a pré-venda dos ingressos para o show especial, que acontece no dia do aniversário de Roberto Carlos, terá início ainda este mês para clientes MasterCard, Credicard e Diners.

Já os clientes do programa Smiles, poderão comprar seus ingressos antecipadamente a partir do dia 1º de março.

As vendas para os sócios do Sport Club Internacional estão previstas para os dias 3 e 4 de março.

No dia 05 de março, o público geral poderá garantir seu bilhete.

Notícia enviada gentilmente por Guta,



quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Morrissey fará quatro shows em maio na Ópera de Sydney


FonteG1. Globo.com (Da France Presse)
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Morrisey São Paulo (Foto: Caio Kenji/G1)


O cantor britânico Morrissey fará quatro shows no fim de maio, na prestigiosa Ópera de Sydney, que recebe o Vivid Festival - uma mistura de música, apresentações e jogo de luzes no porto da cidade australiana.

O ex-vocalista da banda The Smiths vai se apresentar em 26, 27, 30 e 31 de maio.

Segundo o responsável pela programação musical do festival, Ben Marshall, "serão eventos especiais para todos os fãs de Morrissey".

No ano passado, o cantor cancelou vários shows nos Estados Unidos por problemas de saúde. Depois, revelou que estava em tratamento contra o câncer.


Cantor britânico se apresenta
dias 26, 27, 30 e 31 no Vivid Festival.

No ano passado,
ele cancelou turnê nos EUA por problemas de saúde.






sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Roberto Carlos regressa a Portugal em maio


Fonte: Clube do Rei.com.br (Portugal.PT)
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)




Concertos do músico brasileiro em Lisboa e Gondomar.
O artista já não actua em Portugal há nove anos.

Roberto Carlos, um dos músicos brasileiros de maior sucesso, com canções como Emoções, A Montanha e Calhambeque, vai actuar em Portugal, nos dias 14 e 16 de Maio, em concertos no Meo Arena, Lisboa, e no Multiusos de Gondomar.

 O artista, que já não actua em Portugal há nove anos, celebrou em 2010, 50 anos de carreira e constitui, por si mesmo, uma "marca" de 120 milhões de produtos vendidos (entre discos, CD e DVD).

Segundo o promotor dos espectáculos, o "Rei" - como é conhecido - continua activo e a presentear os seus fãs com novas músicas - como Esse Cara Sou Eu -, um dos mais recentes sucessos da sua carreira.

"Como diz Richard Sender, presidente da Sony Music International, Michael Jackson é o rei do pop, Elvis o Rei do Rock, e Roberto Carlos é o rei da música latina", salienta o comunicado distribuído pela promotora Ritmos e Blues, que anuncia a vinda do cantor a Portugal.

Roberto Carlos gravou um disco por ano, durante toda a sua carreira e, na maioria dos casos, um segundo disco em versão castelhana e, noutros ainda, em inglês, francês e italiano.

Os bilhetes para os concertos em Portugal estão à venda a partir de sexta-feira, nos locais habituais, e custam entre 38 euros e 110 euros, no MEO Arena, e 25 e 90 euros, no Multiusos de Gondomar.

 Notícia enviada gentilmente por Carlyle.




quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Justiça proíbe show de funkeiro de 12 anos em Bento Gonçalves, RS


FonteG1 (RS) 
Imagens:Google.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)


MC Pedrinho, ídolo atual do funk de São paulo (Foto: Divulgação)


Conforme MP, MC Pedrinho canta funks com letras pornográficas.
Apresentação ocorreria na sexta-feira (13), na abertura do carnaval.

Após pedido do Ministério Público, a Justiça de Bento Gonçalves, na Serra do Rio Grande do Sul, proibiu a realização de um show do funkeiro MC Pedrinho, de 12 anos.
A apresentação estava marcada para a última sexta-feira (13) em uma casa noturna do município e foi cancelada. 

A decisão, divulgada nesta quinta-feira (19), se baseou no argumento do MP de que o MC de São Paulo canta músicas com letras pornográficas e que incitam o uso de álcool.
A ação foi endereçada aos pais do cantor e ao local do evento. Segundo o promotor Alécio Nogueira, a incompatibilidade entre o teor das músicas e a idade do funkeiro contraria normas do Estatuto de Criança e do Adolescente (ECA).


O promotor também apontou na ação civil pública a ausência de autorização dos pais ou do Juizado da Infância e Juventude de São Paulo para as apresentações em Bento Gonçalves.

Na decisão, a juíza Valeria Eugenia Neves Willhelm disse ainda que a imagem do adolescente estaria sendo usada pelos pais. “Não está vindo em seu benefício, a não ser financeiro de seus genitores, o que deve ser combatido”,escreveu.

A GR6 Eventos, que representa MC Pedrinho, declarou não ter conhecimento da decisão da Justiça.

Segundo a empresa, o show foi cancelado sob a alegação de falta de verba do contratante para pagar a apresentação.



Ainda conforme a produtora, o funkeiro tem gravado versões "light" de suas músicas para tocar em rádios e casas noturnas.




segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

"Que Horas Ela Volta?", com Regina Casé, fatura prêmio em Berlim


Texto: Marcos Henderson
Fonte: diario24horas. (Com informações do portal Terra).
Fotos: Divulgação
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Dirigido por Anna Muylaert, o longa ganhou na categoria "melhor filme de ficção" em votação popular.


Anna Muylaert, diretora de "Que Horas Ela Volta?", acaba de conquistar um feito enorme na carreira, ao ganhar o prêmio de melhor filme de ficção, na mostra Panorama. A boa notícia aconteceu na 65ª edição do festival internacional de cinema Berlinale, que na mostra panorama, onde a votação é popular, havia 52 filmes de 38 países na disputa pelo troféu independente.

A obra é um drama familiar que mostra como uma babá, representada por Regina Casé, que trabalha para uma família rica de São Paulo, vê sua vida se transformar quando a filha (Camila Márdila) decide se mudar para a cidade.

O filme trata, na verdade, de uma questão social, como explica a diretora. "No Brasil, a maioria das pessoas de classe média e alta tem babás. O trabalho materno de cuidar da criança é, na maioria das vezes, menosprezado".


Muylaert explicou que a inspiração para o filme surgiu quando ela teve seu primeiro filho. "Havia a idéia de talvez contratar uma baba, mas eu recusei. Eu mesma queria criá-lo, porque considerava a maternidade, a oportunidade de cuidar de uma criança, um trabalho sagrado. Percebi que no meu país, esse era considerado um trabalho de segunda classe."

"Educação começa na relação mãe e filho"

"Eu sempre fui muito revoltada com essa questão", contou a diretora. "A verdade é que, quem teve uma babá no Brasil sabe que a essa 'segunda mãe', em geral, é muito mais afetiva do que a primeira."

Ela explica que a educação é um tema central da obra. "Tudo no filme fala disso: desde a educação formal, da faculdade, à educação da mãe, o afeto. Num país onde a população não tem acesso a educação, não se conquista o direito à cidadania", observou. "E eu acho que a educação começa na relação mãe e filho."


Antes de chegar à Berlinale, o filme havia recebido uma premiação importante no conceituado Festival de Sundance, nos Estados Unidos, onde as atrizes protagonistas dividiram o prêmio especial de interpretação da mostra World Cinema.

Além do Panorama, o filme Que horas ela volta?recebeu, também na Berlinale, o prêmio da Confederação Internacional de Cinema de Arte e Ensaio (CICAE).




Roberto Carlos quer Shakira em seu DVD Internacional


Texto: Bárbara Vieira
Fonte: Clube do Rei.com.br
Fotos: Reprodução /Google.com.brt
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Informação foi confirmada pelo empresário do Rei, Dody Sirena, na manhã de sábado, 7, durante cruzeiro.


 Roberto Carlos vai comemorar os 50 anos de carreira latina com a gravação de um DVD nos famosos estúdios de Abbey Road, em Londres, onde os Beatles gravaram seus 13 discos. Não serão vendidos ingressos. Apenas 300 convidados e a imprensa presenciarão a gravação, que acontecerá nos dias 10 e 11 de maio e lançado em setembro. Roberto Carlos cantará em espanhol e fará duetos com três convidados especiais. De acordo com Dody Sirena, empresário de Roberto Carlos, Shakira certamente será convidada.

"Ela acaba de ter bebê, então não sabemos como estará a agenda dela, mas será convidada", disse o empresário durante reunião com a imprensa embarcada no cruzeiro "Emoções em alto mar", que na manhã deste sábado, 7, está em Ilhabela, litoral de São Paulo.


O mexicano Marco Antonio Solís é o primeiro dueto confirmado.
A banda não será a de Roberto Carlos. "Estamos selecionando os músicos do projeto. Vão ser os melhores músicos do mundo. O guitarrista da banda X, o baixista da Y", disse Dodi. De acordo com ele, o primeiro disco lançado em espanhol da carreira de Roberto foi em 1965, há 50 anos. Para comemorar a data, será gravado o DVD, que contará com 17 músicas inéditas em espanhol, além de regravadas clássicos como "Detalhes" e "Emoções". Um programa de TV também será gravado na ocasião. Além disso, cenas de um documentário sobre a carreira do Rei também terá cenas gravadas. Os ensaios acontecerão durante o mês de abril em Miami com os músicos selecionados para o projeto.

140 milhões de discos vendidos

Durante reunião com a imprensa, Dody falou que Roberto Carlos tem se adaptado ao mercado. Todo o catálogo de discos do Rei tem sido disponibilizado para streaming. No mundo todo, Roberto já lançou mais de 3 mil discos e vendeu 140 milhões de discos. "Roberto sempre esteve à frente de seu tempo. Ele não foca o tempo todo na internet, mas tem lá seu smartphone e tem estado em sintonia com essas transformações do mercado", disse ele.

Não se sabe ainda quantas cópias do DVD gravado em Abbey Road serão lançados. "Sabemos que não se vendem mais discos como antigamente. O público do Roberto ainda compra bastante porque há muitos colecionadores, que fazem questão ainda de ter todos os CD's. E também pela proximidade do Natal no lançamento, é sempre um presente. Não se costuma presentear com Música digital", comentou Dodi, que contratou recentemente Marcelo castelo Branco, ex Universal e Warner, exclusivamente para cuidar da parte digital da carreira de Roberto.


Disco de inéditas

Dody também falou sobre a cobrança da imprensa para que Roberto lance um disco de inéditas. "Como artista, o Roberto quer criar. mas tenho estimulado-o a fazer projetos, como o 'Elas cantam Roberto'. Ele já tem uma história para contar, não precisa provar mais nada."

Notícia enviada gentilmente por carlyle.


Roberto Carlos dança com vencedora de competição de karaokê


Texto: Bárbara Vieira
FonteClube do Rei.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Cantor participou de evento com público embarcado no Cruzeiro
"Emoções em alto mar" no sábado, 7.


A presença de Roberto Carlos causa, invariavelmente, uma comoção ímpar no público. Foram assim os quatro últimos dias dentro do Cruzeiro "Emoções em alto mar", que começou na quarta, 5, em Santos, e passou por Búzios, Angra dos Reis e Ilhabela, litoral norte de São Paulo, na noite do sábado, 7, onde aconteceu uma competição de karaokê.

Durante o evento, fãs puderam cantar os clássicos do Rei, sob chuva de aplausos ou vaias dos presentes.
O ator, cantor e humorista Miele apresentou a competição que classificou três candidatos.
Vestido de Chacrinha, um assistente de palco gongava os participantes que cantavam mal. No fim, foram classificados em terceiro, segundo e primeiro, lugares, respectivamente, Renato Gonçalves, que cantou "Esse cara sou eu", Maria Castro, que interpretou "Como vai você" e Eliel Calvente, com "Fera ferida".

Os três receberam um troféu diretamente das mãos de Roberto Carlos. Maria era a mais empolgada. Ela não se conteve com o aperto de mão dado pelo Rei e abraçou-o e beijou-o. Quando ele cantou "Emoções", Maria pulou no pescoço de Roberto e dançou com ele. Cavalheiro, Roberto não se intimidou e dançou com a aposentada. "Nem acredito", repetia ela.

A viagem do Cruzeiro terminou no domingo, 8, quando o navio ancorou em Santos.

Notícia enviada gentilmente por carlyle.



Rock in Rio 2015: Slipknot é confirmado como atração do festival


Texto: Lizandra Pronin
Fonte: Território da Música
Foto: Reprodução / Facebook Slipknot
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)




O Slipknot é o novo nome confirmado para se apresentar na edição deste ano do festival Rock in Rio. Os organizadores do evento anunciaram a participação da banda norte-americana no dia dedicado ao metal e suas vertentes.

O grupo esteve no mesmo palco do festival em 2011 e dois anos mais tarde voltou ao País para um show como atração do festival Monsters of Rock, em São Paulo. Nesta nova turnê o Slipknot divulga o álbum “5: The Gray Chapter” (que comentamos aqui), lançado em outubro do ano passado.

O Rock in Rio de 2015 celebra os 30 anos de realização da primeira edição. O evento foi um marco definitivo na história do entretenimento no Brasil e colocou o País na rota de grandes shows internacionais.


Este ano o festival será realizado nos dias 18,19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro. Além do Slipknot, já estão confirmadas as apresentações de Nightwish, System of a Down, Queens of the Stone Age, Katy Perry, John Legend e A-ha.

18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27/09/2015 - Rio de Janeiro/RJ
Cidade do Rock
Ingressos: R$ 320,00 (Rock in Rio Card inteira), R$ 160,00 (Rock in Rio Card meia-entrada)

Informações e vendas pela internet:



sábado, 14 de fevereiro de 2015

Garçom cabeludo estilo Beatles inspirou "Cabeleira do Zezé", conta autor


Texto: Felipe Branco Cruz
Fonte: Uol (São Paulo)
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)

 
João Roberto Kelly, autor das marchinhas "Cabeleira do Zezé" e "Maria Sapatão" em 2009

A cada Carnaval surge uma nova canção com a promessa de ser o hit do verão. Mas, desde o início do século 20, a marchinha, que foi reconhecida como "Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial" na última sexta (6), segue como o ritmo imbatível nos blocos de rua e bailes. É impossível ir para a folia e não escutar canções marcantes como "Mamãe Eu Quero", "Me Dá um Dinheiro Aí", "A Jardineira", "O Teu Cabelo Não Nega", "Sassaricando" ou "Ala-La-Ô". O poder dessas marchinhas é tão grande que só menção dos títulos já é capaz de fazer qualquer um cantar o refrão.


Um dos responsáveis por manter viva essa tradição é o músico carioca João Roberto Kelly, 76 anos, autor de algumas das marchinhas mais famosas do Carnaval, escritas na década 1960, quando ele ainda era um jovem e boêmio folião. "Não tem segredo. Quem consagrou as músicas foi o povo", diz João Roberto ao UOL. É dele, por exemplo, as músicas "Cabeleira do Zezé", "Maria Sapatão", "Mulata Yê Yê Yê (Mulata Bossa Nova)", "Bota a Camisinha" e "Colombina Yê Yê Yê".

Em 2014, as músicas de João Roberto o colocaram, pelo oitavo ano seguido, no topo da lista de compositores que mais receberam direitos autorais no Carnaval, segundo o ranking elaborado pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), considerando as execuções públicas musicais em clubes, casas de diversão, coretos, bailes carnavalescos e eventos de rua --o órgão tem outro ranking para shows no Carnaval, liderado por Carlinhos Brown em 2014. "O dinheiro do pagamento do direito autoral das marchinhas é a minha principal fonte de renda atualmente", afirma Roberto.


O reconhecimento da importância das marchinhas também ocorreu em São Paulo, onde a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi homenageará o ritmo musical no desfile deste ano, com o enredo "Entre Confetes e Serpentinas, Tucuruvi Relembra as Marchinhas do Meu, do Seu, do Nosso Carnaval". "No Rio eu gosto muito da Mangueira. Em São Paulo eu estou honrado com a Tucuruvi, por homenagear as marchinhas", disse o compositor.

A vida de João Roberto sempre foi ligada à música, com trabalhos em programas musicais na TV Excelsior, na TV Tupi e na TV Rio. Suas composições já foram gravadas por Elza Soares, Elizeth Cardoso, Dalva de Oliveira, Emilinha Borba, entre outros, e há quatro meses ele se apresenta na casa de shows Rio Scenarium, na Lapa, cantando marchinhas e sucessos da MPB. "Homenageio os maiores compositores do Brasil", diz ele.


O compositor ensina que, para criar uma marchinha de sucesso, a música precisa ter um "pouco de sal", sem ser explícita. "É uma grande brincadeira", diz. João Roberto lembra que "Cabeleira do Zezé", por exemplo, foi composta em 1963 para um garçom cabeludo de um bar no Leme que usava um penteado estilo Beatles. "Sempre que eu ia ao bar São Jorge, no Leme, que não existe mais, eu via aquele garçom cabeludo, que usava uma botinha. Se eu fosse um cartunista, faria um desenho. Então fiz o que sabia fazer: música", lembra. "Achava curioso ver aquela figura equilibrando meu copo de chope. A cabeleira do Zezé foi uma sátira à moda dos Beatles. A banda inglesa influenciou tanto os costumes que acabou virando marchinha", brinca.

Para o músico, a marchinha é como uma fotografia que captura um momento específico. Um desses momentos foi o concurso de Miss Guanabara de 1964, vencido por Vera Lúcia Couto dos Santos, a primeira negra a ganhar um título de beleza no Brasil. "Assisti ao desfile e achei a Vera maravilhosa. Ela estava lá linda, rodopiando feito um pião", lembra. O resultado foi a marchinha "Mulata Yê Yê Yê", aquela do refrão: "Mulata bossa nova, caiu no hully gully, e só dá ela! Yê yê yê...  Na passarela". "Essa é a minha composição favorita", confessa.

Por outro lado, "Maria Sapatão" não foi inspirada em ninguém especificamente. "Foi uma constatação. Como diz a música: 'O sapatão está na moda, o mundo aplaudiu. É um barato, é um sucesso, dentro e fora do Brasil'", diz. Já a marchinha "Bota a Camisinha" é outra que dá muito orgulho a João. "O Chacrinha divulgou a música em seu programa, e nós fomos os primeiros a aconselhar o uso. Tinha censura brava na época, e ninguém tinha coragem de falar", lembra.


João Roberto, no entanto, afirma que um dos motivos para não surgirem novas marchinhas é a falta de divulgação das músicas nos meios de comunicação. "Tem muita gente boa compondo", diz o artista, que, ao lado do promotor de eventos Perfeito Fortuna, resgatou em 2005 o concurso de marchinhas da Fundição Progresso, na Lapa carioca. Nas últimas nove edições do concurso, cerca de 6.200 novas composições passaram por lá. "Não é por falta de matéria prima e sim por falta de divulgação". O cantor lamentou também a morte de outro compositor de marchinhas, Homero Ferreira, autor de "Me Dá um Dinheiro Aí", que morreu na última segunda-feira (2), aos 86 anos.

As marchinhas de João Roberto já são tão famosas que praticamente ganharam vida própria. Para o compositor, esta é uma das suas maiores alegrias na vida. "A primeira vez que ouvi 'Cabeleira do Zezé' tocando em um baile foi no Theatro Municipal, com um monte de gringos cantando. Fiquei em choque e comecei a chorar", lembra.

O músico revela que ele continua compondo marchinhas e tem muito material inédito guardado, esperando o momento certo para ser divulgado. A inspiração, segundo ele, é a política. "A política é uma marchinha pronta. É uma piada. É só comprar um jornal para ver."


Obras mais executadas no Carnaval de 2014

1- Mamãe Eu Quero
Jararaca/Vicente Paiva
2- Me Dá Um Dinheiro Aí
Homero Ferreira/Glauco Ferreira/Ivan Ferreira
3- Cabeleira do Zezé
João Roberto Kelly/Roberto Faissal
4- Lepo Lepo
Magno Santanna/Filipe Escandurras
5- Marcha do Remador
Castelo/Antônio Almeida
6- A Jardineira
Humberto Carlos Porto/Benedito Lacerda
7- O Teu Cabelo Não Nega
João Valença/Lamartine Babo/Raul do Rêgo Valença
8- Ta-Hi
Joubert de Carvalho
9- Cidade Maravilhosa
André Filho

João Roberto Kelly em 2014

Foto Divulgação
10- Maria Sapatão
Carlos/João Roberto Kelly/Chacrinha/Leleco
11- Allah-la-ô
Antonio Nássara/Haroldo Lobo
12- Cachaça
Heber Lobato/Mirabeau/Lucio de Castro/Marinósio Filho
13- Quem Sabe, Sabe
Jota Sandoval/Carvalinho
14- Saca-rolha
Zilda do Zé/Waldir Machado/Zé da Zilda
15- Índio Quer Apito
Haroldo Lobo/Milton de Oliveira
16- Marcha da Cueca
Carlos Mendes/Celso Teixeira/Livardo Alves da Costa
17- Vassourinhas
Vassourinhas/Batista Ramos/Mathias da Rocha
18- Mulata Yê Yê Yê
João Roberto Kelly
19- Sassaricando
Candeias Jota Jr./Luiz Antônio/Castelo/Mario Gusmão Antunes
20- Show das Poderosas
Anitta