JOLUSI FM RÁDIO WEB

A rádio web JOLUSI FM também está nesse endereço agora com áudio e video. Clique no "PLAY para acompanhar a programação.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Cantando, tocando... Unindo o útil ao agradável em Caldas do Jorro

No final dos anos 90, no Caldas Pálace Hotel, no show do Reveillon com minha família, unindo o útil ao agradável...

Durante os anos noventa e a primeira década de 2000 eu tive a felicidade de unir o útil ao agradável cantando e tocando nos hotéis, Caldas Pálace e Pousada do Jorro; e sempre levando a minha família a tira-colo para curtir o “São João”, O “Reveillon”, “Dia dos Namorados”, “Dia das Mães”, O “Carnaval” e as principais festas do nosso calendário.


Cantando e tocando no Forró da Pousada do Jorro, em 24 de junho de 2000.
Na foto com Regina e alguns hóspedes.


Cantando e tocando na Pousada do Jorro. Na foto: minha sobrinha Belle; Regina, minha esposa; Sandra, minha primogênita e Roberto Pimentel.





terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Cantando no “Domingo em Festival” do Bidu Luiz Trindade

          No auditório da Rádio Cultura de Sergipe durante o Programa Domingo em Festival.

          Na oportunidade cantando a música de minha autoria: “Meu Bem”, que obteve o 5º lugar no Festival da Canção realizado na Cidade de Estância nos dias 14, 21 e 28 de dezembro de 1970.


Letra da música

Autor e compositor: Jorge Luiz da Silva

Meu bem ouça esta canção
que eu fiz para você
Tirada do meu coração
para então lhe dizer.

Que amo somente você
Com todo meu coração
Por isso deve saber
Que é a minha inspiração.

Meu bem,
saiba que eu lhe adoro
Por isso é que muitas vezes
Por você eu choro.

Meu bem,
saiba que eu lhe quero
Porisso é que tão sozinho
Por você espero.

Meu bem ouça esta canção
Que eu fiz para você
Tirada do meu coração
Para então lhe dizer.

Que eu muito lhe amo
E mostrar o que eu sinto
Como também meu amor
Vou provar que eu não minto.

Meu bem
saiba que eu lhe amo
Por isso é que sempre e sempre
Por você eu chamo.


Participei do Festival da Canção em Estância, Se, em 1970.
Cantei uma música de minha autoria: "MEU BEM" e interpretei uma composição do meu amigo sergipano Jorge das Virgens, em homenagem ao Estado de Sergipe.

Cantando no Conjunto Musical do grande seresteiro Zé Martins


Na foto, estamos “tocando um baile”, em um dos clubes da Cidade de Santa Bárbara, no Estado da Bahia.

Em 1972, além de cantar no Grupo Musical “ESPA+SOM+NAUTAS” (Viajantes do Espaço, através do Som), eu cantava também no Conjunto Musical que Zé Martins, um dos maiores seresteiros de Serrinha, formava às vezes, de última hora com diferentes músicos.

Como Zé Martins, na época remunerava bem, eu solicitei que ele contratasse também o guitarrista sócio do ESPA+SOM+NAUTAS João de Matos, que logicamente já conhecia o meu repertório, e assim, poderia me acompanhar com maior facilidade.


Meus conjuntos musicais

Jorge Luiz, Luizinho (Guitarra Base), O irmão das proprietárias do Conjunto Musical (Guitarra Solo), uma das irmãs Coragem e algumas pessoas que estavam participando da festa em Nossa Senhora das Dores.

Na época em que eu cantava no Programa Domingo em Festival, produzido e apresentado pelo Bidu Luiz Trindade, recebi um convite especial para ser Crooner do Conjunto Musical das Irmãs Coragem, da cidade de Nossa Senhora das Dores, onde participei por um período de 6 meses, durante o ano de 1974.

Depois agradeci porque já não conseguia conciliar com outros compromissos artísticos e com meus afazeres de estudante, em Aracaju.

Mas, confesso que foi muito bom enquanto durou.
Todos no grupo me admiravam e me tratavam muito bem.
Na cidade então, até nos ensaios era casa lotada, para me ver e ouvir cantar e consequentemente ver e ouvir os nossos músicos tocando os grandes sucessos do ano.

Na verdade eu era uma atração a parte porque integrava a caravana do "Domingo em Festival", o melhor programa de auditório de Sergipe, transmitido pela rádio Cultura pata todo o Estado.

Em 1975 fui convidado a participar do Conjunto Musical “Em Grosso e a Varejo”, onde também toquei guitarra-base.


“Depois retornei a Serrinha e toquei no Conjunto Musical “Lord Star”, formado pelo grande baterista e empresário, conhecido como, Zé dos Couros”.

O curioso é que eu ainda lembro o nome do primeiro conjunto musical que eu fiz parte.
Mas integrei tantos outros que esqueci o nome de vários.

Foi justamente em 1970, que eu juntamente com alguns vizinhos, o solista, popularmente conhecido como Tacão (Otaviano Canuto Filho) e o guitarrista base, Luizinho formamos o Conjunto Musical “Os Bárbaros”.

Naquela época todos nós residíamos na Rua Geru, na capital sergipana.

domingo, 6 de janeiro de 2013

“Não Seja Tímido” na grande Parada Nacional de Sucessos



        Em 1986, a música “Não Seja Tímido”, de autoria de Jorge Luiz e Sílvio Lucas chegou a desfilar em várias paradas de sucessos do Brasil.

         E a Capa do Disco gravado por Jorge Luiz e lançado pela Scorpius foi parar no Jornal Poster da “Grande Parada Nacional de Sucessos”, que circulava pelas principais emissoras de rádio e lojas de discos.

            A empresa era dirigido pelo grande empresário e um dos maiores compositores do País, Sebastião Ferreira da Silva, tendo como editor responsável, Reinaldo Rodrigues.
          O escritório desde aquela época ficava na Avenida Angélica, em São Paulo, local que servia como ponto de encontro dos artistas.

          Por sinal, Sebastião Ferrreira da Silva comandava um jogo passa-tempo, no final da tarde, após o expediente com a participação de quatro artistas, por vez.

Eu participei inúmeras vezes juntamente com Amado Batista, J.B. Araújo, Netinho Nunes, Edson Vieira, Eleu Salvador e muitos outros.

Durante, cerca de, oito semanas a Capa do LP foi destaque no Paradão.

Relembre a letra da música:

 NÃO SEJA TÍMIDO
(JORGE LUIZ E SILVIO LUCAS)

OI BALANCE O SACO, BALANCE O SACO,
BALANCE O SACO DE CONFETE E SERPENTINA
PERCA O MEDO E PEGUE, PERCA O MEDO E PEGUE
PERCA O MEDO E PEGUE NA CINTURA DA MENINA.
        
NÃO SEJA TÍMIDO, NÃO SEJA TÍMIDO,
NÃO SEJA TÍMIDO, NÃO PASSE POR BOBÃO
TÁ TODO MUNDO DANDO, TÁ TODO MUNDO DANDO
TÁ TODO MUNDO DANDO A VOLTA NO SALÃO.

EU VOU PASSAR UM DEDO, EU VOU PASSAR DOIS DEDOS
EU VOU PASSAR TRÊS DEDOS NAS CORDAS DO VIOLÃO
EU VOU CAIR DE LÍNGUA, EU VOU PASSAR A LÍNGUA
EU VOU CAIR DE LÍNGUA NUM SORVETE DE LIMÃO.

NÃO, NÃO SEJA TÍMIDO
CURTA DE MONTÃO
CAIA NA GANDAIA,
ESTRAÇALHE NO SALÃO


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Jorge Luiz com o apoio dos amigos da imprensa


    Todas as vezes que o cantor serrinhense Jorge Luiz gravava um disco realizava uma verdadeira maratona por vários Estados do País para divulgar o seu trabalho musical.

      E parte da imprensa consequentemente dava o seu apoio através de programas de rádio, televisão e publicando matérias em seus jornais e revistas.

     Confira algumas matérias publicas em Aracaju, Sergipe e em Salvador, Bahia.

Aracaju 13/09/1983

JORGE
         Ele nasceu na Bahia de Todos os Santos mas foi aqui em nossa terrinha, onde passou a maior parde de sua adolescencia, aluno dos mais aplicados do Colégio “Jackson de Figueiredo”.

          E foi lá no “Jackson” que eu conheci o JORGE, em meio a um grupo de teatro amador.

                Dai nasceu a amizada através da qual ele chegou ao nosso programa de televisão (no canal 8) onde começou a mostrar as suas qualidades como cantor e compositor.

         Teve andanças por alguns dos conjuntos musicais sergipanos, até que, finalmente, resolveu explorar o “sul maravilha” confiando nas suas potencialidades artísticas.

                  JORGE foi... viu... e está vencendo.
        Já gravou quatro discos com sucessos nacionais ao nível de “Quero que seja feliz”... “Mãos Vazias”... “Vida Fácil”... “Regina”... “Não vivo sem você”... E outras tantas.

        O último dos discos que está pintando nas paradas e já a venda em todas as casa de discos do nosso Estado, tem o selo da “Itaipu” (São Paulo) com composições do próprio Jorge Luiz, algumas em parceria com J.B Araújo e Nilton Mendes.


       Esse menino é realmente um sucesso e eu fico feliz por ter acompanhado bem de perto todos sos seus primeiros passos.

          Agora ele está entre nós, veio para rever os amigos, contar da sua carreira cheia de brilho, promover suas produções e na qualidade de convidado especial participar do XI Baile dos Artistas, que acontecerá amanhã no “Veludo” da praia de Atalaia.

        Parabéns JORGE... Obrigado por ter vindo... E vá em frente, que você ainda vai muito mais longe do que se pode imaginar.


       Meu amigo e afilhado de carreira musical Jorge Luiz na preparação do seu quarto disco (agora pela Fermata).

          E tudo começou em nossa Aracaju

Meu querido amigo e afilhado Jorge Luiz, agora radicado no sul do País, nos manda notícias dizendo da preparação do seu novo disco “Tantas Lembranças”, que está sendo gravado pela Fermata.


     Ainda este mes ele estará circulando por aqui (será nosso hóspede) para em sua Terra dizer melhor dos seus sucessos.


       Já pintando em nossas emissoras os sucessos musicais do quinto disco do sergipano Jorge Luiz, gravado pela Fermata “Tantas Lembranças”, “Você bateu na porta errada”, “A Moça de Branco” e “Linda Menina”


        Jorge Luiz Primeiro - O primeiro deles nasceu na Bahia de Todos os Santos e deuses, mas teve o nosso Sergipe como berço de criação. Aqui recebeu toda a sua formação (é ex aluno do Colégio Jackson de Figueiredo) e aqui também começou a sua carreira artística, cantando e recebendo aplausos nos programas de rádio e de televisão. Findo os estudos esticou para o Sul maravilha, e lá com muita batalha foram pintando as oportunidades. Reconhecido o seu valor gravou discos pela “Continental” e “Itaipu”. 

        Agora Jorge Luiz retorna por alguns dias a sua terra para rever amigos e lançar o seu novo disco, já o quinto da série, desta feita com o selo da gravadora “Fermata”. As músicas começam a tocar nas paradas, reafirmando cada vez mais o valor deste jovem que começou em nossa Aracaju e hoje está em plena caminhada rumo ao sucesso total. Ao Jorge Luiz os nossos votos de uma feliz estada entre nós.

        Hoje – O referido Programa “Mudando de Conversa”, produzido e apresentado por este colunista (TV Atalaia -11h30) terá hoje importantes presenças como a internacional professora e bailarina Laura Proença... o Dr, Wellington falando da Festa das Debutantes... O cantor regional Luiz Paulo... E o vitorioso Cantor e compositor sergipano (cinco discos gravados) Jorge Luiz, que mostrará o ramantismo de sua música. Fique ligado no 8. Vale a pena.


        Depois de uma semana em nossa Aracaju, promovendo o seu quinto disco, gravado pela “Fermata”, estará retornando amanhã para o Sul, o cantor e compositor Jorge Luiz, que foi hóspede deste colunista, seu padrinho de carreira artística.


Estarão participando do Show o artista plástico Charles Albert, o radialista feirense Silvério Silva e o cantor Jorge Luiz, da gravadora Fermata, do Rio de Janeiro.